Dan Cesar e Daniel Dhers vencem o PRO RAD Jump Festival

domingo, setembro 30, 2012 @ 06:09 PM Autor: evom

Enquanto a maioria esperava ver Sandro Dias ou Pedro Barros no lugar mais alto do pódio do PRO RAD Jump Festival, Dan Cesar surpreende e vence a competição de Skate Vertical para profissionais.

Foi uma disputa eletrizante em São Paulo. Na manhã deste domingo (30), os maiores nomes do skate vertical do Brasil brigaram pelo título do Pro Rad Jump Festival 2012. Finalistas da categoria skate vertical profissional, Sandro Dias “Mineirinho”, Rony Gomes, Pedro Barros, Edgard Pereira “Vovô”, Ítalo Penarrubia e Dan Cezar foram aplaudidos de pé pelo público que lotou as arquibancadas do Ginásio do Ibirapuera.

Pódio Skate PRO RAD Jump Festival

Pódio Skate PRO RAD Jump Festival – Foto: Chico Morais / EEA – Esporte em Ação

Cada competidor deu três voltas de 30 segundos e a melhor delas na avaliação de cinco juízes foi considerada para a classificação final, descartando-se a melhor e a pior das notas. A segunda apresentação de Dan Cezar “Pardinho” e de Pedro Barros foram as melhores da final e tiveram a mesma pontuação ( 87,67). O título foi definido no desempate, quando são somadas as notas de todos os juízes. Dan garantiu a vitória com 439 pontos, contra 437 de Pedrinho, que foi o vice-campeão.

“Estou muito feliz. Não tenho nem palavras para dizer o que isso significa. Foi uma competição incrível e acho que encaixei voltas excelentes. Aqui estavam os melhores do Brasil, mas era o meu dia”, vibrou o campeão de 22 anos, que também falou sobre o evento. “Unir os amadores e profissionais é ótimo para o esporte. E com essa parceria da CBER (Confederação Brasileira de Esportes Radicais) com a CBSK (Confederação Brasileira de Skate) também todos saem ganhando. Acho que foi um final de semana fantástico”, completou Dan, que é de Santo André (SP).

Uma das revelações do skate brasileiro, o vice-campeão Pedro Barros ficou perto da vitória e também falou sobre a disputa e sobre o incentivo do público. “Foi muito legal. Acho que consegui fazer boas voltas. E o apoio dessa galera sempre ajuda. Eles passaram uma vibração incrível para nós”, destacou o catarinense Pedrinho, de apenas 17 anos.

O terceiro posto ficou com Rony Gomes, seguido por ninguém menos do que o hexacampeão mundial Sandro Dias, o Mineirinho. “Essa garotada está vindo muito forte e isso é bom porque faz o esporte crescer e nos incentiva a melhorar cada vez mais também. Mais uma vez foi um evento muito legal, que engrandece o esporte a cada ano”, comentou Sandro.

Classificação final do skate vertical profissional

1º Dan Cezar “Pardinho” – 87.67 (Desempate – 439)
2º Pedro Barros – 87.67 (Desempate – 437)
3º Rony Gomes – 87.33 (Desempate – 441)
4º Sandro Dias “Mineirinho” – 87.33 (Desempate – 437)
5º Edgard Pereira “Vovô” – 83.00
6º Ítalo Pennarubia “Penachos” – 80.00

No BMX profissional deu o óbvio (pelo menos pra mim). Daniel Dhers confirmou o favoritismo e fatorou a competição de BMX Park para profissionais. O brasileiro Denis Canina ficou em segundo e o australiano Ryan Guettler em terceiro.

O venezuelano Daniel Dhers foi o campeão da categoria BMX Street Park Profissional do PRO RAD Jump Festival, disputado na manhã deste domingo (30), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. A segunda posição ficou para o paulista Denis Canina, seguido por outro estrangeiro, o australiano Ryan Guettler.

Daniel Dhers PRO RAD Jump Festival

Daniel Dhers PRO RAD Jump Festival – Foto: Daniel Vorley / EEA – Esporte em Ação

Exibindo uma sequência de manobras espetaculares, que fez o público vibrar e aplaudir durante toda a sua apresentação, Dhers fez valer, mais uma vez, toda a sua técnica e criatividade e demonstrou porque é tricampeão do X Games, a olimpíada dos esportes radicais. “Foi muito legal compartilhar este momento com a galera que anda aqui e com o público. Nos Estados Unidos, onde estou morando e competindo, se você não finaliza as manobras o público não vibra, mas aqui eles vibram o tempo todo e isso é muito legal”, revelou o campeão. “Fiz algumas boas manobras, mas tem alguns caras andando muito bem aqui e que estão treinando forte”, elogiou. “Já morei aqui no Brasil quando tinha uns 11 anos, por isso falo um pouco de português. E no ano que vem espero estar de volta ao Jump.”

Também apresentando uma série de manobras que desafiam a Lei da Gravidade, Canina assegurou o vice-campeonato do BMX profissional, sendo o melhor brasileiro da competição. “A pista deste ano é um pouco diferente da que estou acostumado, então não tive como mandar tudo que sei. Tentei fazer meu melhor, mandei as manobras que deram, mas a tensão com todo esse público aqui é muito grande. Os caras andam muito, fui seguindo a linha deles e tentando encaixar minhas manobras”, revelou. “O Jump foi o top do ano. Esse é meu terceiro Jump, fui 3º no ano passado e, em 2010, caí e não segui na competição”, finalizou o piloto de Amparo (SP).

Vindo do outro lado do mundo especialmente para o Jump Festival, o australiano Ryan Guettler também exibiu um desempenho muito consistente e ficou a apenas um ponto do segundo colocado.

Classificação final do BMX Street Park Profissional

1º Daniel Dhers – 85,00 pontos
2º Denis Canina – 81,66
3º Ryan Guettler – 80,66
4º André Jesus – 78,00
5º Rogério Pitanga – 71,66
6º Douglas Leite “Douguete” – 69,33

Categorias: esporte Tags: ,

Leia também:

Escrito por

blog evom

Nenhum cometário.

Deixe um comentário

Comentário

sml